O que te faz mais feliz: ter mais tempo ou ter mais coisas?

Um estudo publicado recentemente no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences (Pnas), afirma que gastar dinheiro para delegar tarefas, poupando seu tempo de fazer coisas que você não gosta, traz mais felicidade do que usar o mesmo valor na compra de produtos.

Essa pesquisa foi realizada com mais de 6000 pessoas em quatro diferentes países, Estados Unidos, Canadá, Dinamarca e Holanda. Para fazer o estudo, a equipe de cientistas pediu aos participantes (entre eles, 818 milionários) para responderem questionários sobre o valor que gastavam em atividades que “economizam tempo”. A análise dos dados mostrou que menos de um terço dos indivíduos despendia recursos nessas tarefas – contudo, aqueles que faziam isso descreveram maior sensação de satisfação com a vida que os demais.

Após essa etapa, sessenta adultos de Vancouver, no Canadá, puderam gastar 40 dólares na compra de algo que economizaria tempo, em atividades como ter as refeições entregues ou alguém para fazer a limpeza, por uma semana. Na semana seguinte, usaram a mesma quantia para comprar bens materiais. A satisfação também foi maior entre esses adultos com os valores gastos para “economizar tempo”.

“A pesquisa revela uma rota até então desconhecida da riqueza ao bem-estar: gastar dinheiro para comprar tempo livre. Nossos resultados sugerem que usar o dinheiro dessa forma pode proteger as pessoas dos efeitos nocivos da pressão dos prazos na satisfação com a vida”, afirmam os pesquisadores no estudo.

Essa pesquisa se junta a outras centenas de estudos que afirmam que o tempo bem investido em coisas sustentáveis traz muito mais retorno no nível de felicidade, bem-estar e prazer do que se acumular de bens e produtos. Quando mais posses, mais tempo perdemos para administrara-los e dar conta de toda demanda que adquirimos.

Vale ressaltar que o tempo é a matéria prima da vida, se não “gastarmos” da melhor maneira ele não se acumula para depois.

Existe uma relação íntima de como vivemos o nosso tempo com o nosso nível de felicidade. Pessoas ocupadas demais com coisas, bens e objetos tendem a ser pessoas mais estressadas, angustiadas e infelizes.


Deixe seu Comentário

Receba novidades

Cadastre-se e receba dicas e novidades gratuitamente

Escolha outros assuntos

Veja também